Quanto rende 100 mil na poupança

Quanto rende 100 mil na poupança? Entenda o cálculo aqui!

Você já deve ter ouvido falar que é preciso ter uma reserva financeira na poupança. Mas será que esse investimento vale a pena? Vamos dar exemplos práticos e mostrar para você quanto rende 100 mil na poupança. Assim, você pode observar melhor e tomar as próprias decisões para começar a investir.

Além disso, vamos explicar outros tipos de investimento e mostrar quanto rende 100 mil na poupança em um mês, cinco anos e até dez anos.

Vamos lá?

Como é calculado o rendimento da poupança

Esse é um investimento de renda fixa. Antes de saber quanto rende 100 mil na poupança, vamos explicar como funciona esse rendimento. Assim, você mesmo pode considerar as variáveis do mercado e definir as suas estratégias de investimento, veja:

  • Quando a Selic é igual ou menor a 8,5% ao ano, nós temos uma realidade diferente. A poupança rende 70% desse valor, mais a Taxa Referencial (TR);
  • Quando a Selic está acima de 8,5%, o rendimento é de 0,5% ao mês, acrescido da TR.

Veja então que é sempre importante você avaliar como está o mercado. Assim, consegue entender como será a sua remuneração. No entanto, leve em consideração que desde o fim de 2017, a TR está em 0%.

Ou seja, se você está preocupado em quanto rende 100 mil na poupança hoje, saiba que não é uma das melhores opções. Mas vamos explicar outros detalhes, acompanhe.   

Aniversário da poupança

Apliquei o meu dinheiro e agora quero saber quanto rende 100 mil na poupança“.

Acalme-se! Antes de tudo entenda que esse rendimento será creditado apenas uma vez no mês. Isso acontece no aniversário da sua poupança.

Se você aplicar uma quantia no dia 20 de janeiro, o aniversário da sua poupança será todo dia 20 de cada mês. Então, precisa cuidar muito com as datas de movimentações e resgate. Caso contrário, corre o risco de não ter nenhum rendimento no mês.

Quando muda?

  • Se o dia do aniversário cair em um final de semana ou feriado. Nesses casos, o rendimento é sempre no próximo dia útil; 
  • Se o depósito for feito nos dias 29, 30 ou 31. Dessa maneira, você terá o rendimento sempre no dia 01.

Quanto rende 100 mil na poupança? 

Vamos aos exemplos práticos para você ver quanto rende 100 mil na poupança.

Saiba que, atualmente, a taxa Selic está em aproximadamente 2,25% ao ano. Sendo assim, você poderia receber 70% desse valor – o que representa cerca de 1,58%.

Então, perceba que se tem R$ 100 mil aplicado, receberá um rendimento de, aproximadamente, R$ 1.580,00 por ano + TR, que está zerada.

Para ficar um pouco mais claro, entenda que ao mês, a poupança teria um rendimento de aproximadamente 0,13%. Dessa forma, poderia adquirir, em média, R$ 131,00 mensais.

Quanto rende 100 mil na poupança em cinco anos?

Vamos para um cenário de médio prazo. Afinal, se você quer saber quanto rende 100 mil na poupança, precisa também entender que é necessário aplicar o valor por um prazo maior para ter ainda mais vantagens.

Então, levando em consideração o mesmo valor e a mesma taxa da Selic, em cinco anos, 100 mil rendem R$ 8.099,86. Significa que os juros no ano seriam de aproximadamente 1,575%.

Quanto rende 100 mil na poupança em dez anos?

Para um cenário de longo prazo, quanto rende 100 mil na poupança? Os valores começam a melhorar, mas ainda não é a melhor opção.

Considerando o mesmo cenário da taxa Selic, da Taxa Referencial e o valor de investimento, em dez anos você terá o rendimento de R$ 16.855,89. Dessa forma, se esperar os dez anos para resgatar o valor, poderá pegar R$ 116.855,89.

Será que essa realmente é a melhor opção de investimento do mercado? Separamos mais algumas dicas extras para você considerar na decisão, veja!

Mais opções de investimento

Se está aberto para diversificar os seus investimentos além da poupança e conseguir mais retorno, veja algumas opções.

Títulos do Tesouro

Eles são considerados um dos investimentos mais seguros. Afinal, eles estão relacionados com a dívida do governo.

Existem algumas opções e você deve levar em consideração sempre de acordo como o cenário econômico, veja:

  • Tesouro Selic: rende de acordo com a taxa Selic. É muito utilizado para formar a reserva de emergência;
  • Tesouro prefixado: tem rendimento atrelado a uma taxa prefixada, que não varia;
  • Tesouro IPCA: rende conforme a inflação, acrescido de uma taxa fixa. Pode ser uma boa opção para objetivos de médio e longo prazo.

CDB

Esse investimento é um dos mais tradicionais e também é seguro.

Ele possui o Fundo Garantidor de Crédito (FGC). Sendo assim, possui garantia até o R$ 250 mil por instituição financeira e por CPF ou CNPJ até o teto de R$ 1 milhão globais, renováveis a cada 4 anos. Ou seja, você pode rever o dinheiro em caso de caos financeiro no mercado.

O CDB é um investimento simples e acessível. De forma geral, você encontra títulos que pagam mais que 100% dessa taxa (que é próxima à Selic).

Com essas informações ficou mais fácil entender se vale ou não investir o seu dinheiro na poupança, além de conhecer outras opções para fazer as suas economias aumentarem ainda mais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Anterior
como investir em criptomoedas

Como investir em criptomoedas? Saiba todos os detalhes!

Próximo
Empréstimo MEI Online

Empréstimo MEI online: 10 opções fáceis de contratar!

Posts Relacionados