Máquina de Cartão

Qual a melhor máquina de cartão? 10 pontos para considerar

A maneira como o consumidor brasileiro realiza os seus pagamentos mudou nos últimos anos. O cartão de crédito, que já era um meio muito utilizado, ficou ainda mais importante, assim como a máquina de cartão.

Continua após a publicidade

O Brasil conta, hoje, com mais de cem milhões de cartões de crédito ativos. Isso coloca o nosso país como o maior mercado de cartões de crédito da América Latina.

Você provavelmente já deve ter visto propagandas de diferentes empresas oferecendo as famosas “maquininhas”. A concorrência nesse mercado fez com que empresários passassem a ter mais alternativas de escolhas.

Além da variedade de empresas e planos, as condições para adquirir uma máquina de cartão se tornaram mais vantajosas para os comerciantes.

Se você quer saber mais sobre os tipos de máquina de cartão e o que considerar ao escolher uma, continue lendo este artigo!

Leia também: Empréstimo MEI online: 10 opções para contratar!

As 5  principais empresas de máquina de cartão

Como você vai perceber ao longo do artigo, existem muitos tipos de maquininhas. Cada empresa costuma oferecer vários modelos diferentes. Assim conseguem atingir todos os nichos de clientes. Afinal, da grande empresa ao ambulante de rua, todo mundo quer uma maquininha hoje em dia.

Aproveite a oportunidade

💳 O BTG+ oferece benefícios e experiências únicas para quem quer um cartão cartão de crédito sem anuidade e que entende suas necessidades.

Solicite seu cartão!

Por conta dessa variedade, não vamos falar sobre modelos em particular, mas sim sobre as empresas. Isso porque normalmente a escolha começa pela empresa, e depois se pensa em um modelo específico.

Confira as principais empresas do mercado que oferecem máquinas de cartão.

Mercado Pago

O Mercado Pago conta com diferentes opções de máquina de cartão. Os preços podem variar de acordo com o modelo, indo de  R$ 100 a até mais de R$ 300. Independente do modelo, todas aceitam as principais bandeiras do mercado.

Taxas

  • 1,99% – débito;
  • 3,03% – crédito para receber em 30 dias;
  • 3,79% – crédito para receber em 14 dias;
  • 4,74% – crédito para receber no mesmo dia.

Cielo

A Cielo também oferece diversos modelos de máquina de cartão, ao total são seis modelos. A variação de preço entre as máquinas é considerável. Enquanto a mais barata sai por menos de R$ 100, a mais cara fica por mais de R$ 1.000.

Entre as vantagens das maquininhas Cielo está o suporte técnico 24 horas. Além disso, as máquinas contam com garantia permanente. Vale lembrar que as máquinas da Cielo aceitam dezenas de bandeiras de cartão.

Continua após a publicidade

💳 Você foi selecionado para ter um cartão de crédito que não cobra anuidade, com limite de até 7 mil reais e que aprova na hora: abra uma conta gratuita no Banco Pan!

Taxas

  • 1,99% – débito;
  • 5,59% – crédito à vista;
  • 5,59% + 2,99% – crédito parcelado.

Importante: todos os modelos de máquina de cartão da Cielo têm taxa grátis durante os três primeiros meses.

SumUp

A SumUp é uma empresa que está crescendo no mercado de maquininhas. Ela oferece três modelos diferentes com preços que variam de menos de R$ 100 até cerca de R$ 350. Todas aceitam as principais bandeiras de cartão.

Taxas

  • 1,90% – débito;
  • 3,10% – crédito à vista (para receber em 30 dias);
  • 3,90% – crédito parcelado em até 12 vezes (para receber em 30 dias);
  • 4,60% – crédito à vista para receber no mesmo dia.

 PagSeguro

Continua após a publicidade

Os cinco diferentes modelos de maquininha do PagSeguro têm preços variáveis. Enquanto a mais barata sai por menos de R$ 100, a mais cara custa cerca de R$ 500.

Um dos diferenciais do PagSeguro é a possibilidade de abrir uma conta digital no PagBank. Com essa conta é possível fazer pagamentos e transferências. O lado bom disso é centralizar suas finanças em uma única instituição.

Taxas

  • 1,99% – débito;
  • 3,19% – crédito à vista;
  • 3,79% – crédito parcelado.

Importante: O PagSeguro oferece isenção temporária de taxas para vendas no débito e no crédito à vista. A isenção dura três meses ou até completar o total de R$ 1500 em vendas.

Rede

A Rede, assim como as empresas concorrentes, oferece diversas máquinas de cartão com preços variados. Ela é conhecida por ser a maquininha do banco Itaú e aceita as principais bandeiras de cartão de crédito do mercado.

O ponto negativo da Rede é que precisa ter conta bancária. O ponto positivo é que não precisa necessariamente ser no Itaú, pode ser em outro banco. Por outro lado, clientes com conta no Itaú podem ter vantagens, entenda:

Taxas

A Rede conta com dois planos.

Taxas do plano padrão:

  • 1,99% – débito;
  • 3,49% – crédito parcelado (recebe a cada 30 dias);
  • 3,49% – crédito à vista – clientes normais recebem em 30 dias, mas clientes com conta no banco Itau recebem em 2 dias úteis.
Continua depois da publicidade

Taxas do plano 2 dias:

  • 1,99% – débito;
  • 3,49% – crédito à vista para clientes Itaú;
  • 5,48% – crédito à vista para clientes de outros bancos;
  • 3,49% +1,99% por parcela – crédito parcelado para clientes Itaú;
  • 5,48% +1,99% por parcela – crédito parcelado para clientes de outros bancos.

Dependendo da maquininha escolhida e do plano, a Rede pode cobrar aluguel. O valor da cobrança é de R$ 69, mas pode ser deixar de ser cobrado se o cliente atingir um valor mínimo de vendas.

Leia também: Qual é o melhor banco para abrir conta jurídica?

O que considerar em uma máquina de cartão

Agora que você já conhece as principais empresas de máquina de cartão. Chegou a hora de ver uma breve lista de detalhes para prestar atenção quando for escolher a sua.

  1. Impressora – algumas máquinas, ao invés de imprimir, enviam comprovante por SMS;
  2. Suporte técnico – assistência 24 horas pode ser importante para quem trabalha fora do horário comercial;
  3. Garantia – alguns modelos podem ter garantia menor do que outros (ou até não ter);
  4. Duração da bateria – parece bobo, mas ninguém quer perder uma venda por estar sem bateria;
  5. TEF – integração com o sistema de Transferência Eletrônica de Fundos;
  6. Relatório – alguns modelos geram relatórios de venda automaticamente;
  7. Conexão – se é 3G, 4G, por telefone, WI-FI ou se aceita cabo ethernet;
  8. QR Code – leitor para aqueles códigos quadriculados;
  9. Contactless – se aceita o cartão por aproximação com tecnologia NFC;
  10. Pix – sim, algumas máquinas mais novas fazem venda por Pix.

Leia também: Como conseguir empréstimo juros zero para MEI? Entenda aqui!

Esperamos que você tenha gostado de entender um pouco mais sobre as máquinas de cartão e se você conhece alguém que também se interessa pelo assunto, não deixe de compartilhar esse artigo!

E para seguir se informando sobre finanças e pagamentos, continue acompanhando o Meu Cartão de Crédito.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Anterior
O que é cashback

O que é cashback? Entenda e veja como ganhar!

Próximo
Como aumentar o score

Como aumentar o score: Veja 7 dicas rápidas para ter acesso a crédito

Posts Relacionados