Consultar auxílio emergencial

Como consultar o Auxílio Emergencial em 2021: Veja aqui como fazer

Os efeitos causados pela pandemia do novo coronavírus podem ser percebidos ao redor de todo o mundo. Apesar de o principal impacto ter acontecido na área da saúde, outros setores também sofreram.

A situação econômica, por exemplo, é um dos pontos de maior preocupação, especialmente no Brasil. Tanto é que o Governo Federal criou, em 2020, um auxílio exatamente para ajudar os brasileiros em situação mais difícil.

Mas como a duração da pandemia foi maior do que se imaginava, o auxílio teve que ser estendido. Esse processo acabou gerando dúvidas sobre como consultar o Auxílio Emergencial para confirmar quem está apto a receber o benefício.

Neste artigo, vamos falar sobre como consultar se o Auxílio Emergencial foi aprovado. Também falaremos sobre os valores, as parcelas, as regras e também sobre como fazer uma contestação. Afinal, quem não estiver com o nome na lista também pode solicitar a revisão. Então se você quer saber mais sobre tudo isso, continue lendo até o final!

Leia também: Como organizar as finanças? 8 passos para sair do vermelho.

Como consultar o Auxílio Emergencial

As notícias sobre a ampliação do Auxílio Emergencial trouxeram dúvidas para muita gente.

Entenda, a seguir, mais detalhes sobre o programa e as mudanças para 2021. Além disso, saiba como consultar se o Auxílio Emergencial será liberado para você.

Auxílio Emergencial

O Auxílio Emergencial é um benefício que faz parte de um programa do Governo Federal. Esse benefício é em forma de dinheiro e destinado a pessoas de baixa renda. Dessa forma, o governo tentou amenizar os impactos da crise financeira decorrente da pandemia.

Números em 2020

Os números do programa no ano de 2020 são impressionantes.

Continua após a publicidade

💳 Você foi selecionado para ter um cartão de crédito que não cobra anuidade, com limite de até 7 mil reais e com aprovação na hora.

Solicite seu cartão!

Aproveite a oportunidade

💳 O BTG+ oferece benefícios e experiências únicas para quem quer um cartão cartão de crédito sem anuidade e que entende suas necessidades.

Solicite seu cartão!

Em termos financeiros, a liberação de verba atingiu 170 bilhões de reais. Esse valor beneficiou quase 70 milhões de brasileiros, o que representa mais de 30% da população.

Quem pode receber

O Auxílio Emergencial de 2021 é destinado para quem já havia recebido o benefício em 2020. Assim, o governo confirma a intenção de continuidade do programa.

As regras para o recebimento foram aprimoradas, mas seguem a mesma lógica do ano anterior: é preciso residir no Brasil, ser maior de 18 anos e não ter emprego formal. Um dos pontos mais importantes é a renda familiar mensal, que não pode ultrapassar meio salário mínimo por pessoa.

De qualquer maneira, outras restrições também se aplicam.

Por exemplo, pessoas que já recebem outros benefícios não receberão o novo Auxílio Emergencial. Conforme indicado, a proibição acontece em casos de benefícios assistenciais, trabalhistas, previdenciários ou de outros programas federais.

A exceção, assim como em 2020, é o Bolsa Família.

Quem recebe o Bolsa Família pode, sim, receber o novo Auxílio Emergencial. Mas não será possível receber os dois benefícios ao mesmo tempo. Nos meses do auxílio, as famílias recebem apenas o benefício de maior valor.

Mudanças para 2021

O Governo Federal resolveu estender o Auxílio Emergencial em 2021.

A ideia, como era de se esperar, é dar seguimento ao programa que já existia. Ou seja, continuar oferecendo recursos financeiros para preservar as condições de sobrevivência das pessoas mais necessitada.

Assim, o governo espera mitigar danos causados pela crise e aliviar parcialmente a situação econômica da população e do país.

Apesar de entender a necessidade, o governo alega não ter verba suficiente manter o benefício na mesma proporção. Ou seja, em 2021 o Auxílio Emergencial vai ser consideravelmente mais modesto.

Beneficiários

Beneficiários são as pessoas que têm o direito de receber o pagamento do benefício.

Os pagamentos de 2021 devem atingir bem menos pessoas do que no ano anterior.

A estimativa é de que o número de beneficiários seja de aproximadamente 40 milhões de pessoas. Isso significa que quase 30 milhões de pessoas que receberam o benefício em 2020, não receberão novamente.

Parcelas

Em 2021 o Auxílio Emergencial terá apenas quatro parcelas. Ou seja, a quantidade de parcelas também ficou menor.

Valores

O encolhimento do programa não é retratado apenas pela diminuição de beneficiários e de parcelas. O valor pago também diminuiu.

Os valores atualizados para 2021 são os seguintes:

  • 150 reais – pessoas que vivem sozinhas;
  • 250 reais – famílias compostas por mais de uma pessoa;
  • 375 reais – famílias dirigidas por mulher sem cônjuge.

Consultar o Auxílio Emergencial em 2021 é fácil

Quem se cadastrou para receber o Auxílio Emergencial pode consultar se o seu nome consta na lista de beneficiários.

Para fazer a consulta, basta acessar o site oficial do Governo.

Algumas informações serão necessárias para você conseguir consultar o Auxílio Emergencial. Elas são: o seu nome completo, data de nascimento, CPF e também o nome da mãe.

No site é possível acompanhar as datas de recebimento e também confirmar a aprovação.

Quem teve o auxílio negado pode verificar a justificativa através do site. Além disso, quem não concordar com a negativa pode contestar a decisão.

Como contestar o Auxílio Emergencial negado

Quem teve o benefício negado pode contestar o resultado. Para isso, a primeira coisa a fazer é acessar o site oficial do Auxílio Emergencial, o mesmo em que você fez a consulta.

Caso você entre no site e aparece que o Auxílio foi negado, na mesma página você encontra os motivos que causaram a resposta negativa.

No mesmo lugar, existe o botão “contestar análise”, que você deve clicar para fazer a contestação.

Atenção: para contestar é necessário que tenha algo de errado com o motivo pelo qual o auxílio foi negado.

Ou seja, você precisa fornecer novas informações a seu respeito para o governo. Essas informações devem comprovar que o motivo da decisão está errado.

A resposta da contestação pode ser conferida no site ou pelo aplicativo, mas não existe um prazo mínimo para isso.

Esperamos que você tenha gostado de saber como consultar o Auxílio Emergencial. Se você conhece alguém que ainda tem dúvidas sobre o novo pagamento do benefício, compartilhe este artigo!

E para mais dicas e informações sobre pagamentos e finanças, continue acompanhando o Meu Cartão de Crédito.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Anterior

Cartão de crédito internacional x nacional: qual escolher?

Próximo

Como funcionam as taxas do cartão de crédito?

Posts Relacionados