Comparador de investimentos

Comparador de investimentos: Aprenda a definir o melhor investimento

Rafael Alves

Investimentos nem sempre são fáceis de entender, de planejar e, principalmente, de comparar. Hoje vamos falar sobre o comparador de investimentos, um tipo de serviço útil para quem pensa sobre investir.

Independente de já ser um investidor experiente, ou de estar apenas começando a se planejar, comparações podem ser muito úteis. Comparando é possível não só perceber o resultado de um prazo, mas também a oscilação de cada investimento.

Nunca é tarde para começar a investir. Pessoas diferentes começam a fazer investimentos em momentos diferentes da vida.

Mesmo que você ainda não tenha começado, o comparador de investimentos pode ser muito útil. Com a orientação adequada, é possível se tornar um investidor começando pelo “investimento certo”. Ou seja, comparando o seu perfil com o tipo de retorno proporcionado pelo investimento e encontrando o ideal para você.

Para saber mais sobre o comparador de investimentos, continue lendo esse artigo!

Saiba seu perfil antes de usar o comparador de investimentos

Antes de começar a fazer comparações entre investimentos, é importante entender quem você é.

Investimentos podem ser muito diferentes uns dos outros. Não só em rentabilidade, mas em prazo e também em risco.

Pessoas também são muito diferentes umas das outras. Tanto na maneira como lidam com riscos, mas também sobre questões de expectativas e prazos.

Perfil de investidor

Os investidores normalmente são divididos em três tipos de perfil.

  • Conservador – O perfil conservador é o que prefere não lidar com riscos e perdas. Eles preferem fazer investimentos com rentabilidade garantida, mesmo que tenham lucros menores. Além disso, costumam gostar de investimentos com prazos determinados também.
  • Moderado – O perfil moderado é o que concorda com algumas variações, mas nada extremo. Ter o lucro atrelado a um índice variável que pode ter mais ou menos lucro é aceitável. Mas não é aceitável perder grande parte do montante investido e comprometer seu patrimônio.
  • Agressivo – O perfil agressivo é o que tem o destino menos previsível. Ele aceita se submeter a ter algumas perdas como parte do processo de tentar ter grandes ganhos. Normalmente, nesse grupo é possível encontrar pessoas que perderam muito em movimentações arriscadas. Mas também é aqui que estão os investidores que conseguem os negócios mais lucrativos e multiplicam seus investimentos.

Se você conhece o seu perfil, ótimo. Quando for usar o comparador de investimentos, poderá selecionar investimentos que condizem com o seu perfil.

Se você ainda não sabe em qual perfil se encaixa, saiba que é possível descobrir.

Mas fique atento: alguns sites da internet oferecem testes rápidos que não são tão confiáveis. Para ter convicção no resultado é preciso buscar uma instituição de confiança.

Muitos bancos oferecem testes de perfil de investidor, então uma boa alternativa pode ser procurar o seu gerente.

Comparador de investimentos

Um comparador de investimentos faz exatamente o que o nome sugere: compara diferentes tipos de investimentos.

Para quem já investe, é uma ferramenta que pode significar confirmação ou mudança. Afinal, ao comparar o seu investimento atual com outro, você sabe quanto poderia ter se tivesse feito outra escolha.

Para quem ainda não investe, ele serve como guia. Você observa o passado dos investimentos e cria uma expectativa realista de como ele deve se comportar no futuro.

Informações do comparador de investimentos

Entre as informações que podemos extrair de um comparador de investimentos, as principais são:

  • Rentabilidade absoluta – o valor bruto do rendimento;
  • Rentabilidade relativa – o quanto um fundo rendeu em relação a um indicador;
  • Volatilidade – muitas vezes também chamada de risco. É o quanto o fundo oscila, tanto em frequência quanto em intensidade;
  • Sharpe – É um valor percentual que representa uma relação entre o risco e o retorno. Ou seja, se o possível lucro compensa o risco que se corre.

Os dados exibidos são do passado

Não se esqueça de que nenhum comparador de investimentos pode garantir aspectos futuros. Eles apenas mostram a variação dos investimentos ao longo do tempo que já passou.

Não existe garantia de que os investimentos serão previsíveis ou atingirão valores absolutos. Existe exceção, é claro, como por exemplo os investimentos em renda fixa com ganhos e prazos definidos em contrato.

Comparador de investimentos não mostra contexto

Além de ser uma referência sobre o passado, o comparador não mostra informações importantes para contextualizar movimentações. Isso significa que ao olhar um gráfico, você não vai saber a causa de uma movimentação do gráfico. E isso se aplica tanto às movimentações de alta quanto às de baixa.

Alguns fatores que podem interferir nos gráficos de maneira drástica e que os comparadores não mostrariam são, por exemplo: Mudança de governo, troca de ministro, atentado terrorista, pandemia, acidente nuclear, desastres naturais, guerras, grandes crises como a de 1929 ou, mais recentemente, a de 2008, entre outros.

Tipos de investimentos comparáveis

De maneira geral, comparadores costumam mostrar os principais tipos de investimento. Alguns exemplos são:

  • Renda fixa;
  • Fundos cambiais;
  • Fundos imobiliários;
  • Ações;
  • Títulos do Tesouro;
  • Multimercados.

Use o comparador para a mesma classe de investimentos

Alguns fundos ou tipos de investimento são tão diferentes que se tornam incomparáveis.

Um fundo de renda fixa, por exemplo, não pode ser comparado com investimentos em ações da bolsa de valores. Assim como investir em ações não pode ter rendimentos comparados com investir em câmbio.

Se você quer fazer uma comparação que faça sentido e traga clareza, é necessário comparar fundos e investimentos com semelhanças.

Onde achar um comparador de investimentos?

Não sabe por onde começar a procurar um comparador de investimentos?

Antes de pesquisar em algum buscador online, temos duas sugestões: a primeira é o comparador do Valor Investe e a segunda é o comparador do Infomoney.

Além de possibilitarem a pesquisa e a comparação de vários fundos, ambos são confiáveis e exibem as informações com clareza.

Leia também: Como investir em criptomoedas? Saiba todos os detalhes!

Esperamos que você tenha entendido como usar um comparador de investimentos. Se você conhece alguém que já investe ou que está pensando em investir, compartilhe esse artigo!

E para seguir com informações de qualidade sobre investimentos e finanças, continue acompanhando o Meu Cartão de Crédito.

Total
0
Shares
Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Anterior

Livros de finanças: 4 obras para saber mais sobre o assunto!

Próximo
Open Banking

Open banking: o que é, como funciona e quais seus impactos

Posts Relacionados
Total
0
Share