carta de crédito: como funciona

Carta de crédito: como funciona e para que serve?

Será que você sabe o que é uma carta de crédito, como funciona, para que serve e quando usar?

Muitas pessoas têm dúvidas sobre as cartas de crédito, mas conhecem consórcios. Você sabe o que é um consórcio? Então saiba que esses dois conceitos estão mais relacionados do que você imagina.

Cartas de crédito costumam ser usadas para a aquisição de bens importantes. Também por isso, elas costumam tratar de valores elevados.

Muita gente que você conhece já deve ter usado uma e você nem sabe. Continue lendo esse artigo para saber mais detalhes sobre a carta de crédito: como funciona, quando você recebe, como pode usar e muito mais.

Leia também: Consumidor Positivo: veja o portal para acessar sua vida financeira.

O que é a carta de crédito?

A carta de crédito é um título financeiro, um documento que tem um valor correspondente – o crédito. Esse valor é o montante escolhido pelo cliente quando faz a contratação de um consórcio. Por isso é tão difícil separar os temas consórcio e carta de crédito.

É como se a carta de crédito fosse o final feliz de todo consórcio.

Ela é um vale-compra no valor que o consorciado decidiu fazer o seu contrato. Com esse dinheiro em mãos, é possível realizar a compra de um bem que esteja dentro da categoria combinada.

O destino do valor da carta de crédito

O dinheiro do consórcio é repassado diretamente para quem faz a venda. No caso da compra de um veículo, por exemplo, pode ir para a concessionária. Se for a compra de um imóvel, pode ir para a construtora ou para o dono do imóvel.

Vale lembrar que antes do repasse é preciso realizar os procedimentos burocráticos necessários para fazer a liberação do valor. Tudo tem que estar de acordo com o contrato.

É possível receber em dinheiro?

A possibilidade e as condições para receber em dinheiro vão depender de cada contrato. Mas sim, é possível que o contratante receba em dinheiro, respeitando as regras estabelecidas.

Leia também: Simulador de investimento: qual aplicação vale a pena?

Exemplo de uso de carta de crédito

Imagine que você fez um consórcio no valor de R$ 300 mil para comprar um apartamento. Para o nosso exemplo, vamos supor que esse valor será pago em 120 meses (10 anos).

Agora imagine que um cliente pagou em dia as primeiras 14 parcelas. Como ele está em situação regular, está habilitado para ser sorteado. Então ele é sorteado no 14º mês do grupo do consórcio.

Nesse caso, ele vai receber seus R$ 300 mil para realizar a compra do imóvel. Sim, recebe tudo mesmo tendo quitado apenas 14 das 120 parcelas. Mas vale lembrar que ele precisa, naturalmente, continuar pagando todas as parcelas restantes.

Carta de crédito: como funciona o consórcio?

Agora você já sabe que a carta de crédito é o grande momento de um consórcio, chegou a hora de saber um pouco mais sobre o funcionamento dos consórcios.

Os grupos

Consórcios são organizados em grupos. Várias pessoas, mesmo sem nunca saber quem são as outras, fazem parte do mesmo grupo.

A empresa que organiza esse grupo é chamada de consorciadora. Vários tipos de empresa podem oferecer esse tipo de serviço.

Quem organiza?

Construtoras podem oferecer consórcios para imóveis, por exemplo. Assim como concessionárias podem oferecer consórcios para veículos. Além disso, como é um contrato financeiro, os bancos também podem organizar os grupos.

Independente de quem organiza os grupos ou disponibiliza o consórcio, existe uma taxa de administração. É assim que essas empresas ganham dinheiro. Afinal, é preciso pagar os funcionários, manter o sistema funcionando, divulgar os consórcios, etc.

Como ser contemplado

Existem duas maneiras de ser contemplado em um consórcio.

Sorteio

A primeira é o sorteio. Ser sorteado é o sonho de todo cliente, já que não envolve gastos adicionais. Foi com base no sorteio que fizemos o exemplo anterior.

Todos os meses os consórcios sorteiam uma pessoa do grupo para ser contemplada. Ao ser sorteada, a pessoa recebe sua carta de crédito naquele mês. Para isso, é preciso atender aos requisitos do contrato como, por exemplo, estar em dia com os pagamentos.

Lances

Os lances são um jeito de tentar antecipar o recebimento da sua carta de crédito.

O lance funciona assim: os consorciados oferecem um valor. Esse valor funciona como a antecipação de parcelas do seu consórcio. Ao dar um lance você aumenta suas chances de ser contemplado. Existem dois tipos de lance, o lance fixo e o lance livre.

No lance livre, os consorciados oferecem qualquer valor. Quem oferecer o valor mais alto se torna o contemplado daquele mês.

No lance fixo, o valor é definido em contrato. Nesse caso, se mais do que um cliente oferecer o valor fixado, normalmente é feito um sorteio para decidir quem será o contemplado.

Vale lembrar que é necessário pagar o valor do lance para poder receber a carta de crédito. Lances que não forem pagos não recebem a carta e ainda podem estar sujeitos à consequências, dependendo do contrato.

Um detalhe curioso e importante sobre os lances é a possibilidade de usar parte do valor da carta de crédito para pagar pelo lance. Digamos que sua carta de crédito seja de R$ 300 mil. Mesmo que você tenha só R$ 20 mil, pode dar um lance de R$ 60 mil. Nesse exemplo, além de pagar os seus R$ 20 mil, você usaria mais R$ 40 mil da carta de crédito, e receberia apenas R$ 260 mil.

Comprando uma carta de crédito contemplada

A compra da carta de crédito contemplada é uma alternativa para quem precisa de dinheiro imediatamente mas não quer fazer um financiamento ou um empréstimo.

Nesse caso, é necessário encontrar alguém que tenha sido contemplado e que não tenha interesse de usar a carta de crédito. São pessoas que entram em consórcios como forma de investimento. Isso porque é possível fazer a transferência de titularidade do contrato.

Nesse caso você não precisa dar lances, esperar sorteio e nem mesmo estar em um grupo de consórcio.

Leia também: Como organizar as finanças? 8 passos para sair do vermelho.

Entendeu como funciona a carta de crédito?

Esperamos que você tenha entendido tudo sobre a carta de crédito – como funciona, o que é, e como ser contemplado. Se você conhece alguém que possa se interessar por consórcios, compartilhe esse texto!

E para seguir se informando sobre o mercado financeiro, continue acompanhando o meucartaodecredito.com.br.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Anterior
Calcular Juros Poupança

Como Calcular Juros da Poupança: Veja como acompanhar seus rendimentos

Próximo
Documentos para abrir conta

Quais são os documentos para abrir conta? Veja aqui

Posts Relacionados